A DEVOÇÃO PELOS PECADORES

Numerosos os afilhados dessa irmandade. É antiga.

Já Orígenes, +250, a conhece e recomenda: nas guerras de Deus “mas vale um santo rezando, do que uma multidão de soldados batalhando… procura, pois, em primeiro lugar a justiça de Deus”.

O mundo desse fim de século XX, vive na angústia da guerra atômica. Mais angustiante nos devia ser o trágico fim de tantas almas imortais Cada alma humana é uma chance de Deus.

Nossa Senhora precisou lembrar-nos em La Salette, Lourdes, Fátima, o mandamento da Bíblia: “Rezai pelos pecadores” (Tg 5,16). Nossa mais decepcionante negligência, a mais vergonhosa das nossas omissões é abandonar esta tarefa grandiosa… de praticar a misericórdia”.

Sta. Teresa d’Ávila confessa singelamente, quantas vezes Nosso Senhor atendeu suas orações, livrou almas do pecado e conduziu outras a uma vida mais perfeita:

“Nem posso contar tudo” (Vida 39,5). E segue uma antologia de textos.

Sta. Gertrudes passou mal à noite, com febre alta, e julga poder dispensar-se das matinas da meia-noite. Mas a voz conhecida de Jesus chama: “Levanta-te, levanta-te e vai rezar pelos pecadores”.

Sta. Matilde. Jesus: “Vamos, faz-me o favor e reza pelos pobres pecadores que eu resgatei por preço tão caro”.

Sta. Gertrudes: “Vê como os pecadores são feridas e ulcerações do corpo de Cristo. Tocar nelas com mãos ásperas, dói”.

Sta. Catarina de Sena já estava morta, havia quatro horas na câmara ardente, quando de repente “acorda”, rompendo num choro sentido. “Por que choras?” “Já estive no céu e tenho de voltar à terra… para salvar mais almas. Vi a essência de Deus… os tormentos do inferno e do purgatório. Impossível descrevê-los. Se os pobres homens tivessem a mínima idéia disso, eles prefeririam sofrer mil vezes a morte, do que padecer lá, ainda que só um dia”. E Jesus fala: “Vês que glória perdem e quanto padecem os que me ofendem. Retorna pois à vida, mostra-lhes seus enganos e o perigo que os ameaça. A salvação de muitos exige teu retorno”.

Em outra ocasião, Jesus mostra-lhe uma alma em estado de graça (não na glória), salva pela intercessão de Catarina. “Eis, por ti pude recuperar essa alma perdida.

Não te parece graciosa e bela? Quem não aceita sofrer, não importa quantas dores, para ganhar criaturas tão maravilhosas?

Eu que sou a beleza suprema, senti-me preso de amor pela beleza das almas ao ponto de descer à terra e derramar meu sangue por seu resgate, para não perder criaturas tão bonitas. Mostrei-te essa alma, para tornar-te mais fervorosa em procurar a salvação de todos.”

 Teologia das Realidades Celestes: Padre João Beting CCSsR

Sta. Madalena de Pazzi: “Assim, como o Verbo Encarnado  fez de seus apóstolos, pescadores de homens, assim quis que suas esposas, as religiosas, se engenhassem em salvar almas por suas orações… Rezai pelos pecadores.

Se não o fizermos, ninguém mais o fará. Ai, quantos pecadores estão no inferno porque ninguém tem rezado por eles.”