Sta. Teresinha

Sta. Teresinha foi inscrita na confraria aos doze anos. Viveu sua vida conventual sob a égide da Santa Face. É seu segundo nome adotivo. “Tua face é minha única pátria”. Introduziu suas noviças nesta devoção. Levou consigo até à morte uma foto e uma mecha de cabelos da irmã Maria de São Paulo.

Maria Pierina de Micheli, 1890 – 1945

Deus dignou-se mandar, neste século, mais uma apóstola da Santa Face: talvez numa reposta antecipada à teologia da morte de Deus. Aos doze anos, esperando na fila do beijamento da cruz, na sexta-feira santa, Pierina ouve a voz de Jesus: “Ninguém se lembra de dar-me um beijo na face para reparar o beijo de Judas”.

“Custe o que custar: nem uma só gota de sangue de Jesus deve ser inutilmente derramado”. Rezando no noviciado, perante um crucifixo, Jesus lhe diz: “Beija-me”. E ao beijá-lo, em vez do gesso, sente o rosto de Jesus.

“Desejo que a minha Face seja mais honrada…

Quem me contempla, me consola”. “Por meio da minha Face as almas participam dos meus sofrimentos, sentem a necessidade de amor e de reparar. E não é isto a verdadeira devoção ao meu coração?” “Minha filha dileta, renovo-te a oferta da minha Face, para que incessantemente a ofereças ao Eterno Pai. Com esta oferta obterás a salvação e a santificação de muitas almas. E quando a ofereceres pelos meus sacerdotes, operar-se-ão maravilhas”.

“Contempla minha sagrada Face e penetrarás nos abismos de dor de meu coração. Consola-me, e procura almas que se imolam comigo pela salvação do mundo”.

Maria Santíssima: “O mal está propagando-se. Os verdadeiros apóstolos são poucos. É necessário um remédio divino, e esse remédio é a Santa Face de Jesus.

Visita o Santíssimo Sacramento todas as terças-feiras para desagravar”. Jesus: “Vês como sofro. E são pouquíssimas as almas que me compreendem. Quanta ingratidão recebo daqueles mesmos que dizem me amar. Dei ao mundo meu coração como figura visível do meu amor pelos homens.

Agora dou minha Face como figura visível da minha dor pelos pecados da humanidade… quero a comunhão reparadora na terça-feira do carnaval”.

“Quero que minha Face seja honrada de modo especial às terças-feiras”.

“Queres participar da agonia do meu espírito no Getsêmani, por causa dos pecados dos meus filhos mais queridos, pelas recusas que recebo de tantas almas religiosas?”

Meditando sobre Jesus coroado de espinhos: “Queres participar de minha dor para reparar os pecados de soberba das almas que me são consagradas? Se soubesses quantas são e como elas me ferem! ‘Desejo-o tanto’.

Jesus respondeu: ‘Isto me basta’, e deixou-me o céu no coração”.

Teologia das Realidades Celestes

Anúncios