SANGUE PRECIOSO

Jo 6,54: “Quem bebe meu sangue tem a vida eterna”… “Quem bebe o meu sangue permanece em mim”.

 Jo 19,34: “E saiu sangue e água”.

Hb 9,14: “O sangue de Cristo purificará a nossa consciência das obras mortas para servirmos o Deus vivo”.

Hb 9,22: “Sem efusão de sangue não há remissão”.

 Hb 12,24: “Vós vos achegastes… a Jesus, o medianeiro da nova aliança, e ao sangue de aspersão que fala melhor que o sangue de Abel”.

Hb 9,12: “Com seu próprio sangue entrou no tabernáculo, prestando uma expiação eterna”.

 Hb 10,19: “Pelo sangue de Cristo esperamos, com confiança, entrar no Santíssimo”.

1 Pd 1,2: (sois) “destinados à aspersão do sangue de Jesus Cristo”.

1 Pd 1,19: “Fostes resgatados, não pelo ouro ou pela prata… mas pelo sangue do Cordeiro sem mancha”.

1 Jo 1,7: “O sangue de seu Filho nos purifica de todo o pecado”.

1 Jo 5,6: “Jesus Cristo veio pela água e pelo sangue…

Três dão testemunho: o Espírito, a água e o sangue”.

Ef 2,13: “Chegastes perto pelo sangue de Cristo”.

Cl 1,20: “Reconciliou-nos, pelo sangue de sua cruz, trazendo a paz”.

Ap 1,5: “Ele nos amou e nos lavou de nossos pecados no seu sangue”.

Ap 5,9: “Foste imolado e com teu sangue nos conquistaste para Deus… e nos fizeste reis e sacerdotes”.

 

Ap 7,14: “Estes vieram da grande tribulação… lavaram e alvejaram suas vestes no sangue do Cordeiro”.

Ap 19,13: “Trajava uma veste ensangüentada e seu nome era Verbo de Deus”.

Ap 22,14: “Bem-aventurados os que lavaram suas vestes (no sangue do Cordeiro); terão direito à árvore da vida”.

Sangue é elemento dos contratos divino-humanos.

Sangue é vínculo da aliança de Deus com a humanidade.

Sangue de Deus é vínculo e cria o povo de Deus.

1. Sangue é vida (Plínio Jr) É vida divina. Foi derramado nas ruas de Jerusalém. Ficou grudado nas lajes da Via-Sacra. Descuidados e ignorantes, os homens pisam em cima. As sandálias tingem-se de sangue vermelho, sangue de Deus. Os anjos desceram do céu para adorar o preço da redenção, que os homens pisaram sem consideração. No entanto vale: quem beber este sangue, viverá eternamente.

No A.T. beber sangue era sacrilégio, porque nele estava a vida (humana) reservada a Deus. No N.T., ao invés, está no sangue a vida de Deus. A fim de participar da redenção é mister beber o sangue redentor.

No A.T. era proibido beber a vida natural, porque a família humana está destinada a viver da vida divina (Bettencourt).

Teologia das Realidades Celestes

Anúncios