2. O Sangue é salvação.

O sangue do Cordeiro pascal salva e protege contra o anjo exterminador. O sangue de Deus purifica nossa alma no sacramento.

Ângela de Foligno passou o último dia de sua vida em êxtases contínuos. “Minha alma foi lavada e purificada no sangue de Cristo. Estava quente, como se saísse na hora do corpo do Cristo Crucificado…, e uma voz disse-me:

“É este o sangue que te purifica”.

3. Sangue é paixão, amor.

Osana de Mântua não podia ver sangue sem cair em êxtases.

Francisca da Mãe de Deus, OCD, após a comunhão, viu sua alma coberta de sangue.

Ana de Jesus, OCD, sentia na comunhão a boca cheia de um sangue delicioso.

Ângela vê Jesus abraçando seus sacerdotes e apertando-os contra o coração, introduzindo-os na chaga aberta.

Vários voltaram com os lábios tintos de vermelho e Jesus explica: “Estes são meus irmãos”.

Como deve ser eloqüente a palavra do Evangelho, e penetrar nas almas, quando os lábios estão tingidos pelo sangue do Redentor.

ANTOLOGIA

Mediator Dei

Pela voz de Pio XII, a Igreja chama todos à piscina salvífica do sangue de Jesus. “Pode-se dizer que Cristo estabeleceu no Calvário uma piscina de expiação salutar, enchendo-a de seu sangue.

 Mas se os homens não mergulham nestas ondas, e não lavam as manchas de suas culpas, não podem ficar purificados e salvar-se. Para os pecadores todos se tornarem brancos no sangue do Cordeiro requer-se a colaboração amiga de todos os fiéis”.

Crisóstomo

Vê o povo de Deus que assiste à Santa Missa “todo vermelho pelo sangue precioso”.

Teologia das Realidades Celestes

Anúncios