Gertrudes Maria – Confidências do Coração de Jesus

“Meu coração transborda de todos os lados. Não consegue mais conter todas as graças que as almas recusam continuamente. Toma-o, minha filha, toma-o”.

“Tu és instrumento em minhas mãos, não compreendes?

Deixa-me agir. Há tantos que resistem”.

“Tudo isto são graças que foram recusadas; que foram devolvidas”.

“Deves ser como cera mole em minhas mãos. Também não quero mais que procures consolações. Nem as desejes. Eu te as darei quando achar bom”.

“Minha filha, tu tens todo o meu Sangue. Podes reparti-lo quando bem te parece”.

“Esta tristeza é a minha. Faço-te dela partilhar.

Guarda-te de diminuí-la”.

“Jesus, ofereço-me a ti, para ser imolada?” Jesus: “Sim, se achas bom”.

“Achei-me revestida de todos os méritos da Paixão.

Jesus, ensina-me a usar estes tesouros… pelas almas”…

Jesus: “Mal tocaste a margem, pois é o infinito! Fonte, rio, mar são um nada, em comparação com a realidade…

Quero fazer de ti uma vítima do Amor divino”.

“Vi um grande número de pecadores convertidos”.

Jesus: “Eis o que espero de ti”.

“Não estranhes este desgosto, esta aridez”…

Ao rezar pelo alivio de pessoas aflitas, Jesus responde resmungando: “É assim mesmo. Só querem amar pela metade (fugindo do sacrifício)”.

“Todos os méritos da minha Paixão são teus. É só tomá-los. São para quem quiseres. Toma-os…”

Jesus Menino aparece segurando uma multidão de cruzes de todos os tamanhos e pergunta: “Queres a mim e ao meu cortejo?” (cruzes, sofrimento). “Sim”.

No tempo das confissões de Páscoa: Gertrudes:”Não tenho nada preparado para meus pecadores…”

Jesus: “Tira, minha filha, tira da caixa do bom Deus, da caixa de teu Pai. Teu irmão mais velho colocou aí tudo o que ganhou. Tira. Toma”.

Jesus: “As almas custam caro”.

“Entre minhas esposas da França escolhi hoje doze.

E quero que tu sejas do seu número. Essas virgens formarão a guarda de honra de meu Coração. Elas devem fazer-lhe fiel companhia. Devem partilhar suas tristezas.

Devem interceder em favor dos pecadores. A onda da maldade está subindo, subindo sempre. Por isso escolhi almas que me amem com amor de escol”.

“Nas tuas orações pensas bastante nas almas; mas no sofrimento, não”.

“Como esposa de um Deus crucificado, é preciso que sofras”.

Jesus e a alma são dois viajantes: “Eu carrego muitas vezes o fardo sozinho, mas nestes dias passei-o para ti”. “Precisas engordar tua alma com mortificações”. “Toma, minha filha, meus tesouros e dá-me almas… Nossa missão não está terminada. Nossa tarefa não está cumprida. Temos ainda almas a salvar”.

“Não te conduzirei ao Tabor”…

Teologia das Realidades Celestes

MENSAJES CRISTIANOS