Frei Pio de Pietralcina, +1969

“O desejo de amar já é amor”.

“Acredita-me: quanto mais uma alma ama a Deus, menos o sente”.

“Amar amargamente o Amor”.

“Mais vale fazer a vontade de Deus na terra do que gozar no céu”.

Escreveu a um moço: “Comprei-te ao preço do meu sangue” .

A uma filha espiritual: “Não posso esquecer-te. A ti que tantos sacrifícios me custaste; que te criei para Deus no meio de dores extremas”.

Poucas semanas depois, após a estigmatização visível, a 20 de setembro de 1918, escreve: “A violência das dores não me deixa falar. Paralisam-se os membros… Reza para que minha alma não se perca nesta terrível provação”.

Dos últimos anos: um fotógrafo bateu um flash às escondidas. Ao revelar a chapa, aparece Frei Pio com uma coroa de espinhos na foto. Julgando ser castigo, o fotógrafo correu a Frei Pio pedindo desculpas. Este contentou-se em dizer: “Poderia ser de outro modo, do jeito como hoje estão as coisas?”

 

10. CÉU

“Receberemos uma casa edificada por Deus, não por mãos humanas, um edifício eterno no céu” ( 2Cor 5,1)

“Na casa de meu Pai há muitas moradas” (Jo 14,2)

“Alegrai-vos e exultai: grande será a vossa recompensa no céu” (Mt 5,12)

“Derramar-vos-ão no seio uma medida cheia, recalcada, coagulada” (Lc 6,29)

Teologia das Realidades Celestes

Anúncios