adelante la fe

infierno se traslada

O inferno se traslada

Padre Lucas Prados – 23 abril, 2015

Eu não sou uma pessoa inteligente, porém uma das qualidades que o Senhor me outorgou foi a lógica matemática. Sem ter que fazer muito esfuorço descubro em seguida se uma conclusão ou resultado de um raciocínio que se me oferece é lógico ou se é o contrário e de sentido comum.

Se todos, todos, vão para o céu, como pretendem fazer-nos crer “teólogos” e “aficcionados em teologia” de moda, que sentido tem a expressão “Jesus desceu aos infernos”? tal como nos dizia o Credo antigo (e que agora apagaram). Foi ali para se esquentar um pouco ou para dar um passeio, ou para tirar do Seio de Abraão os justos e levá-los ao céu? Por que tanto empenho por parte de Jesus, São João Batista, os Apóstolos, São Paulo, todos os santos, e a Igreja durante vinte séculos em recordar-nos que temos que arrepender-nos e converter-nos, se de todo modo, façamos o que façamos, nós vamos ir par o céu? Veem vocês a lógica por algum lado?

Se olhando ao céu se diz com amplo sorriso: “… ali nos encontraremos todos, todos…”, dado que ao céu não podem ir todos, pois há pessoas boas e más (então nos diz sempre a sã teologia), será que quer dizer isso que mudou o inferno de lugar e agora está em cima?

O lugar onde estão “fisicamente” o céu ou o inferno não sabemos, o que sabemos sim, é que são lugares onde estão os condenados e os salvados. E se não for assim podem me dizer onde estão os corpos gloriosos de Cristo e da Virgem?

Se por outro lado me disseram que o céu ou o inferno não são mais que a “lembrança inesquecível que Deus terá de nós para o bem ou para o mal”, porém que não haverá pessoas no céu ou no inferno, o sinto mas esse “teologismo” estaria negando uma verdade de fé; ou seja seria um hereje. Perdão, porém em minha lógica não se encaixa. O que significaria “Eu vou preparar-vos um lugar…na casa de meu Pai há muitas moradas”?[1]

E mais, e seguindo com a lógica. Quem pode estar mais interessado em fazer-nos crer que ao céu vão todos, senão aquele que serve ao demônio? Se Deus, através de sua revelação, se preocupa continuamente em fazer-nos ver o contrário, podemos estar seguros que quem disse isso não pode proceder de Deus, ou está louco ou é perverso. Não cabe outra explicação.

Se depois de ter sido um sem vergonha toda vida e não se arrepender disso; e mais, inclusive sem crer em Deus nem em nada, depois vai para o céu não estarão fazendo santos de canela? E nós? Para que se confessar? Para que ir à Missa aos domingos? Para que viver a caridade, a pobreza, a obediência… tomar a cruz cada dea e seguir Jesus?

Por outro lado, se eliminam o inferno, onde ficam os demônios? Será que agora tampouco existem? Se não existem os demônios, tampouco existem os anjos. E se não existem os demônios nem os anjos, por que tenho que crer nas demais coisas que afirma a Revelação? É por isso, que seguir o caminho de “todos, todos se salvam” nos leva a um único lugar: Deus não existe. Tudo é uma mentira. Porém dado que nós cremos que Deus existe sim, e também cremos em todas as demais coisas reveladas por Deus e ensinadas pelo Magistério autêntico da Igreja, dizer “todos se salvam” não tem lógica alguma; é completamente irracional.

O homem é dotado de inteligência, vontade e liberdade; essas três faculdades são as que fazem o homem responsável por seus atos. Se o homem é responsável, isso quer dizrr, seguindo as palavras de Jesus, que cada um receberá segundo suas obras (Mt 16:27)[2]. Dizer pois, que todos vão par o céu tem o mesmo sentido que dizer que todos vão para o inferno. Qualquer das duas afirmações negaria essas três faculdades do homem, porque o homem não seria responsável por seus atos e como consequência não poderia mais ser premiado nem castigado. Porém se esse fosse o caso, não estaríamos mais falando de homens mas de animais irracionais. Os animais nem são bons nem maus; não estão dotados dessas faculdades, porque não podem ser responsáveis por seus atos. E não têm essas faculdades porque não têm alma imortal; por isso, quando morrem se acaba tudo. Porém esse não é o caso do homem. O homem por ter essas faculdades é responsável por seus atos; e por ter uma alma imortal receberá prêmio ou castigo segundo suas obras.

Poderiam me explicar os que dizem que não há castigo e que todos nós vamos para o céu por estas palavras reveladas?

“Convertei-vos porque chegou o Reino dos Céus” (Mt 3:2)
“Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que vossos pecados sejam apagados” (Atos 3, 19).
“Alguém lhe disse: Senhor, são poucos os que se salvam? Ele lhes disse: Lutai para entrar pela porta estreita, porque, vos digo, muitos pretenderão entrar e não poderão. Quando o dono da casa se levanta e fecha a porta, os que estiverem fora poderão bater na porta, dizendo: “Senhor, abre-nos!” E vos responderá: “Não sei de onde sois.” Então começareis a dizer: “Temos comido e bebido contigo, e temos ensinado em nossas praças”; e vos voltará a dizer: “Não sei de onde sois. Afastai-vos de mim, todos os agentes da injustiça!” Ali terá pranto e ranger de dentes, quando verão a Abraão, Isaac e Jacó e todos os profetas no Reino de Deus, e quanto a vós vos lançam fora” (Lc 13, 24-28).
E assim poderíamos seguir com mais textos da Revelação e do Magistério. Sinto-o, porém não entendo. Em minha mente lógica só há uma explicação possível, e essa já conhecem.

Padre Lucas Prados

[1] Jo 14, 2.

[2] “Porque o Filho do Homem virá na glória de seu Pai acompanhado de seus anjos, e então retribuirá a cada um segundo sua conduta”. (Mt 16, 27)

http://www.adelantelafe.com/el-infierno-se-traslada/

puros de corazón